Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
2




Partilhe este Site...





Total de visitas: 405156
ENTREVISTA COM TERESINKA PEREIRA (PRESIDENTE IWA)
ENTREVISTA COM TERESINKA PEREIRA (PRESIDENTE IWA)

1. Quando você começou a se aventurar na literatura (tanto na escrita quanto na leitura)? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola a instigou a criar textos?

Aprendi a ler aos três anos e comecei a escrever poesia aos seis. Minha tia, que era professora, me ensinou.

Em minha casa havia uma biblioteca.

 

2. Você já residiu em outros países além dos Estados Unidos da América?

Nasci e vivi no Brasil até o tempo da ditadura. Vim para os Estados Unidos e aqui fiz família e fiquei.

 

3. Há quanto tempo é envolvida com a literatura no país onde mora? Como vê o leitor e o escritor norte-americano, se comparados ao brasileiro? Acha que algum tem maior costume de leitura do que o outro?

Há mais escritores e poetas no Brasil. Aqui há mais formalidade para publicar.

 

4. Eu lhe agradeço deveras por ser parte da IWA, Teresinka. Aproveito a situação para lhe cumprimentar pelo módico valor da taxa de inscrição, em tempos nos quais várias Academias não atuam desta forma, mesmo não tendo a abrangência que a IWA possui. Todavia, uma pergunta sempre me veio à mente, desde que recebi a carta com o convite a partir da indicação feita pelo saudoso Luís Carlos Leme Franco: como é dada a indicação de um membro da International Writers and Artists para o Prêmio Nobel de Literatura?

Os membros podem recomendar segundo o critério deles a quem merece. A taxa é só pro forma, pois não alcança nem para os gastos de correio.

 

5. Que personalidades consagradas nós temos como colegas na aludida Associação?

Não vale a pena citar. Qualquer membro tem possibilidades de ser consagrado.

 

6. A IWA possui um site / blog?

Já teve, mas o Diretor de internet da IWA morreu.

 

7. Você já leu muitas obras de literatura brasileira e as lê frequentemente? Que gêneros (poesia/prosa/prosa poética) e autores prefere?

Leio tudo o que me cai nas mãos. Prefiro poesia.

 

8. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

Não leio sites, nem blogs, nem adjuntos, nem facebooks.

 

9. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante?

Acho ótimo. Participo em todas que me convidam.

 

10. Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro no Brasil e no exterior?

Sou membro de quase todas as academias que existem no mundo!

 

11. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu (prosa/verso/prosa poética)? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

Tenho umas três mil poesias e 800 artigos. Tudo publicado em papel.

 

12. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual?

Não sei. Há muitos que me publicam, mas eu não vejo.

 

13. Que temas prefere escrever?

Amor e política.

 

14. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvida com outro tipo de arte (é pintora, musicista, escultora?)

Não sou artista, mas adoro arte. Tenho a casa cheia de pinturas e esculturas. Quando chego a uma cidade grande, o primeiro lugar onde vou é o museu e as galerias de arte.

 

15. Você já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade?

Tenho cerca de 40 livros, todos esgotados. Nunca vendi livro.

 

16. Fique à vontade para suas considerações finais.

Tenho dado muitas entrevistas, mas de cara a cara, não virtual!

topo