Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 405621
ENTREVISTA COM MARIA DO CARMO ZERBINATO
ENTREVISTA COM MARIA DO CARMO ZERBINATO

ENTREVISTA COM MARIA DO CARMO ZERBINATO

 

 

  1. De onde você é? Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

R.: De  Belo   Horizonte, MG. 2009. Não. Sim.

 

  1. Você já leu muitas obras e lê frequentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

R.: Já li. Outros.

 

  1. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

R.: Sim.

 

  1. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

R.: Luiz  Poeta e o Sr., meu  presidente da ABT.

  1. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma, se eu a lançasse?

R.: Sim. Sim. Sim.

 

  1. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

R.: Sim. ABT - Academia Brasileira de Trova - e AACLIP - Academia de Artes, Ciência e Letras da Ilha de Paquetá. Não. 

7. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

R.: Trovas. Desde 2009.

 

  1. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso? 

R.: Dificuldade em prosa.

 

  1. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

R.: Facebook.

 

  1. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

R.: Amor. Dia a dia.

 

  1. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

R.: Sim.

 

  1. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

R.: Não. Não.

13. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

R.: Não. Notícias rápidas.

 

  1. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

R.: Só da MEC.

 

  1. Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade? 

R.: 4. Não vendo, dou.

 

  1. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

R.: Sim.

 

  1. Você trabalha com literatura inclusive para aumentar sua renda ou a leva como um delicioso hobby?

R.: Hobby.

 

(Considerações finais de Maria do Carmo Zerbinato)

 

Não tive quem batesse para mim (no computador - N. do R. -) as respostas; a  convalescença está sendo devagar. 

As respostas são estas aí;  foi o que pude fazer, me desculpa...

Estou só. Meu filho voltou a trabalhar.

Vê o que podes fazer.
No Dia 1 de agosto a gente conversa ou então me telefonas.

Beijos.

 

(Resposta do Entrevistador)

 

Claro que compreendo, querida colega da ABT. A saúde sempre em primeiro lugar. Comparado a esta, participar da cultura é luxo, decerto. Que Deus a ajude no convalescimento. Amém.

Beijos. Paulo R. de Oliveira Caruso.        

 

topo