Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 461989
ENTREVISTA COM SARAH DE OLIVEIRA PASSARELLA
ENTREVISTA COM SARAH DE OLIVEIRA PASSARELLA

1. Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

 R- Pertenço a uma família afeita à literatura. Meus pais liam todos os clássicos. Fui boa aluna em redação, mas só passei a escrever aos 40 anos, quando fiquei viúva, para espantar a solidão.

 

2. Você já leu muitas obras e lê frequentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

 R- Leio muito (5 livros  simultaneamente), todos os  gêneros. De revistinha da Mônica à Divina Comédia.

 

3. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

 R- Sim, escrevo no próprio livro os sinônimos, as diferentes expressões, etc.

 

4. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

 R- Admiro vários escritores (ilustres desconhecidos do grande publico) e leio tudo que é postado em sites de Academias e clubes de literatura.

 

5. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma se eu a lançasse?

 R- Sim já contabilizei 116 participações em antologias. Já participei!

 

6. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

 R- Sou membro de 5 Academias de letras no Brasil, 1 em Portugal, e 1 na  Sicilia- Itália. Não pretendo participar de mais, deixo a oportunidade para ouros escritores.

 

7. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

 R- Não tenho ideia de quantos textos já escrevi. Escrevo initerruptamente há 24 anos.

 

8. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso? 

 R- Dificuldade nenhuma.

 

9. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

 R- Participo de revistas virtuais de amigos escritores.

 

10. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

 R- A problemática social sempre vem à baila, mas costumo brincar com meus  leitores; misturo ficção com vida real. Nunca sabem quem escreve; a autora ou a narradora?

 

 11. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

 R- Pinto telas,visito museus, vernissage, sou diretora de patrimônio de uma orquestra “Camerata Pró Musica” e uma filha pianista clássica.

 

12. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

 R- Para mim não espero retorno, espero contribuir com a literatura, despertando o interesse nas pessoas.

 

13. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

  R- A desculpa do brasileiro para não ler seria o preço dos livros. Em palestras em faculdades de letras, costumo brincar com os alunos, perguntando: vc já deu um livro de presente para alguém? A resposta é sempre não. Então comparo o preço de um livro, com o preço de um perfume, uma caixa de bombons, um ramalhete de flores. Custa o mesmo preço e o perfume, acaba, as flores murcham e os bombons engordam. O livro é eterno e muitas pessoas poderão usufruir.

 

14. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

 R- Sei da importância sim e registro tudo no “Museu histórico linguístico da Unicamp”.

 

15. Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade? 

 R- Tenho 7 livros publicados e só vendo no dia do lançamento. Depois, são enviados a bibliotecas, escolas.

 

16. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

  R- Sim, conheço-o através dos concursos e sempre que recebo seus textos aprecio muito.

 

topo