Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
1




Partilhe este Site...





Total de visitas: 446289
ENTREVISTA COM EDÍLSON NASCIMENTO LEÃO
ENTREVISTA COM EDÍLSON NASCIMENTO LEÃO

1. Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

-Desde a escola primária (Ensino Fundamental). Sim, por influência do meu avó paterno através dos cordéis e livros de contos.

 

2. Você já leu muitas obras e lê freqüentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

 -Sim. Gosto de todos os gêneros, bem assim de vários autores principalmente de Jorge Amado e alguns de minha região os Nordestinos natos Odilio Batista e Dirceu Teixeira, poetas que nunca tiveram a oportunidade de divulgação de suas obras no universo literário do nosso país.

3. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

 -Sinceramente não faço.

4. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

 -Não.

5. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma se eu a lançasse?

 -Sim. Acho interessante a cada verso meu que se publica indubitavelmente considero como sendo é uma grande conquista, consagração. Com muita honra.

6. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

 -Ainda não, mas pretendo.

7. Tem idéia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

 -Aproximadamente uns novecentos poemas. Desde 2009.

8. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso? 

-Nenhuma. Deus me presenteou com o dom de compor em vários estilos.

9. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

-Tinha mais depois resolvi parar em razão do seu trabalho ficar exposto e sem reconhecimento. Prefiro não citar os sites.

10. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

-Sou adepto a vários estilos e temas. Não tenho preferência escrevo aquela coisa de momento.

11. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Freqüenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

 -Valorizo qualquer tipo de arte. .Meu avó paterno era músico, meu pai também toca vários instrumentos musicais, meus irmãos de igual forma. A arte está em minhas veias.

12. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

 -Apenas o reconhecimento. Nada mais, além disso. E a nível de mundo é um sonho muito difícil de se sonhar, prefiro não angariar.

13. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

- O brasileiro não pratica a leitura com muita freqüência, já os moldes tradicionais, vem a cada dia perdendo mais espaço para a leitura através da internet e dos dispositivos digitais.Temo muito pelos rumos da nossa literatura.

14. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

 -Nunca os registrei. Sei exatamente da importância do registro às vezes nos falta orientação.

15. Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade? 

-Apenas um (Sentimentos). Nunca visei fins lucrativos, o lancei e fiz sua distribuição apenas e tão somente por amor e dedicação que tenho pela literatura.

16. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

 -SIM. Trata-se de um escritor FENOMENAL. Já tem seu nome escrito nas estrelas, grande vulto literário merece todas as honras e glórias. CARUSO, aceite minhas homenagens.

17. Você trabalha com literatura inclusive para aumentar sua renda ou a leva como um delicioso hobby?

-Já comentei anteriormente, nunca objetivei extrair da literatura mecanismos que venha me enriquecer. Não diria que tenho a leitura e escrita como um Hobby e sim como algo prazeroso e que faço com amor.

 

topo