Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese

ONLINE
2




Partilhe este Site...





Total de visitas: 404360
ENTREVISTA COM JOSÉ WARMUTH TEIXEIRA
ENTREVISTA COM JOSÉ WARMUTH TEIXEIRA

1. De onde você é? Quando você começou a se aventurar na literatura? Sofreu influência direta de parentes mais velhos, amigos, professores? O que aprendeu na escola o instigou a criar textos?

Sou Carioca, nascido na Urca; comecei a escrever em 1997, já sexagenário. Não fui influenciado por ninguém, mas o que aprendi na escola foi motivador.

 

2. Você já leu muitas obras e lê frequentemente? Que gêneros (poesia, contos, crônicas, romance) e autores prefere?

Tenho lido algumas obras literária (minha mulher lê mais), de todos os gêneros, basta ter a informação de que são livros bons. Gosto de José Saramago e de Cronin.

 

3. Costuma fazer um glossário com as palavras que encontra por aí (em livros, na internet, na televisão etc.) e ir ao dicionário pesquisá-las?

Não faço glossários, mas com frequência pesquiso significados e sinônimos em dicionários.

 

4. Há escritores de hoje na internet (não consagrados pelo povo) que admira? Em sites, Academias de que de repente você participa etc.

Na internet leio e-books. Academias a que pertenço: Academia Tubaronense de Letras; Sociedade Brasileira de Médicos Escritores; Academia Brasileira de Médicos Escritores; União Brasileira de Escritores; Academia de Médicos Escritores e Artistas de Moçambique; Associação Portuguesa de Poetas; Académie de Lettres et de Arts Luso-Suisse; Academia de Letras e Artes Lusófonas, entre outras.

 

5. Você costuma participar de antologias? Acha-as algo interessante? Participaria de uma se eu a lançasse?

Já tenho participação em cerca de 30 antologias, sendo quatro bilíngues, lançadas no Exterior. Teria prazer em participar em uma sua.

 

6. Você é membro de Academias de Letras? Aceitaria indicações para ingressar em Academias de Letras como membro?

Como citei na pergunta de no. 4, ingressar em mais uma dependeria da sua atividade e do seu “domicílio”.

 

7. Tem ideia de quantos textos literários já escreveu? Há quanto tempo escreve ininterruptamente?

Como colunista do Diário do Sul, de Santa Catarina, desde 2001, 800 textos. Oito livros solo publicados, sendo um temático de fotografias de natureza. Escrevo desde 1997.

 

8. Você tem dificuldade de escrever em prosa, em verso?

Não, nenhuma.

 

9. Você possui algum lugar onde publica textos virtualmente? Qual? 

Não.

 

10. Que temas prefere escrever? Prefere ficção ou o que vivencia e vê no dia a dia?

Sou escritor eclético. – Ambos.

 

11. Aprecia outros tipos de arte usualmente? Frequenta museus, teatros, apresentações musicais, salões de pintura? Está envolvido com outro tipo de arte (é pintor, músico, escultor?)

Sim: fotografia e demais artes. Sempre que tenho oportunidade, frequento todos os espetáculos de arte: pintura, de música (sou neto de compositor: Josef Warmuth, Austríaco), museus, teatro, no Brasil e lá fora.

 

12. Que retorno você espera da literatura para si mesmo no Brasil? E a nível de mundo?

Reconhecimento.

 

13. Você acha que o brasileiro médio costuma ler? Acha que ele gosta de literatura tradicional ou só de notícias rápidas e sem profundidade?

O Brasileiro pouco lê. O que lê, não compra livros, pede emprestado. Em geral, gosta de notícias rápidas e sem profundidade.

 

14. Você costuma registrar seus textos na FBN antes de publicá-los? Sabe da importância disso?

Sim, sim.

 

15.Já tem livros-solo publicados? Consegue vendê-los com certa facilidade? 

Oito livros. Não consigo vendê-los com facilidade. Felizmente não vivo da literatura.

 

16. Já conhecia o poeta-escritor Oliveira Caruso (desculpe-me... Esta pergunta é padrão para quem participa de meus concursos literários)?

Sim e já participei e fui premiado em concursos seus. Conheci você em uma oportunidade “meteórica”, em evento do qual participei na Região dos Grandes Lagos.

 

17. Você trabalha com literatura inclusive para aumentar sua renda ou a leva como um delicioso hobby?

Não escrevo visando auferir rendimentos. Adoro escrever, como hobby.

 

18. Você trabalha(ou) fora da literatura?

Sou médico anestesiologista.

topo